LET’S GO! [O1]

sexta-feira, outubro 14, 2016
2 posts em um dia, pode? 
Quem disse que não? 
Então, voltamos (ou tentaremos voltar) a programação normal. Resolvi me aventurar e fazer posts semanais sobre a minha semana, o meu dia a dia. Poderia fazer uma vez por mês sim, porém, pense em uma ansiedade em pessoa? Prazer.

Quero voltar a minha vida de fotografar-tudo-o-que-ver-pela-frente. Sim. eu era assim, e consequentemente tinha muitas fotos diárias, o que é uma vergonha hoje em dia quando percebo que tiro uma foto por mês e olhe lá... deixei completamente de lado uma das coisas que tanto gostava de fazer. Sei que um dos motivos é o meu celular que resolveu ficar desligando do nada, e eu não tenho uma paciência e acabei desanimando mais ainda.

Essa semana veio com um feriado no meio dela de brinde, então considerei a contar a partir dele. Já que parecia literalmente domingo. Foi feriado do dia das crianças/Nossa Senhora Aparecida, e o pessoal aqui de casa resolveu fazer um churrasco durante o dia, regado a muita risada, música e cerveja. 

Eu não entendo a conexão que entre mim e o céu. Só sei que não posso ver ele que amo ficar admirando e quando é possível faço alguns registros, acho que em toda a minha vida eu fotografei mais ele do que eu mesma. 

Em um dos últimos posts aqui eu dei a noticia que iria ser titia. E sim, sou! A mais babona por sinal. Essa é minha sobrinha/afilhada e o amor da minha vida Emanuelly (Manu ou Nunu para os intimus) ela tem 7 meses (já fala mama e papa) e esse foi o primeiro seu dia das crianças fora da barriga.

Uma foto. Um baralho. E uma alegria: aprendi a jogar Cunca. Nunca fui muito ligada a jogos (exceto dominó que diga-se de passagem era a única coisa que eu sabia jogar até o momento). Passei algum tempo observando os homens que estavam presentes aqui em casa jogando e quis aprender e não é que deu certo? Joguei com as meninas, e não fiquei em primeiro lugar, e sim em segundo. Mas para quem havia aprendido naquele momento já era algo né? 

 Foto registro de 2 balões que provavelmente ficarão até o meu próximo aniversário dessa maneira. Tenho dó de estourar.

 E essa frase nunca fez tanto sentido.
2 posts em um dia, pode? 
Quem disse que não? 
Então, voltamos (ou tentaremos voltar) a programação normal. Resolvi me aventurar e fazer posts semanais sobre a minha semana, o meu dia a dia. Poderia fazer uma vez por mês sim, porém, pense em uma ansiedade em pessoa? Prazer.

Quero voltar a minha vida de fotografar-tudo-o-que-ver-pela-frente. Sim. eu era assim, e consequentemente tinha muitas fotos diárias, o que é uma vergonha hoje em dia quando percebo que tiro uma foto por mês e olhe lá... deixei completamente de lado uma das coisas que tanto gostava de fazer. Sei que um dos motivos é o meu celular que resolveu ficar desligando do nada, e eu não tenho uma paciência e acabei desanimando mais ainda.

Essa semana veio com um feriado no meio dela de brinde, então considerei a contar a partir dele. Já que parecia literalmente domingo. Foi feriado do dia das crianças/Nossa Senhora Aparecida, e o pessoal aqui de casa resolveu fazer um churrasco durante o dia, regado a muita risada, música e cerveja. 

Eu não entendo a conexão que entre mim e o céu. Só sei que não posso ver ele que amo ficar admirando e quando é possível faço alguns registros, acho que em toda a minha vida eu fotografei mais ele do que eu mesma. 

Em um dos últimos posts aqui eu dei a noticia que iria ser titia. E sim, sou! A mais babona por sinal. Essa é minha sobrinha/afilhada e o amor da minha vida Emanuelly (Manu ou Nunu para os intimus) ela tem 7 meses (já fala mama e papa) e esse foi o primeiro seu dia das crianças fora da barriga.

Uma foto. Um baralho. E uma alegria: aprendi a jogar Cunca. Nunca fui muito ligada a jogos (exceto dominó que diga-se de passagem era a única coisa que eu sabia jogar até o momento). Passei algum tempo observando os homens que estavam presentes aqui em casa jogando e quis aprender e não é que deu certo? Joguei com as meninas, e não fiquei em primeiro lugar, e sim em segundo. Mas para quem havia aprendido naquele momento já era algo né? 

 Foto registro de 2 balões que provavelmente ficarão até o meu próximo aniversário dessa maneira. Tenho dó de estourar.

 E essa frase nunca fez tanto sentido.

Possa ser que esse post vá ao ar, ou não. Porém, já está amanhecendo e bastante frio, escuto cantos de passarinhos apesar do meu quarto ainda estar escuro, mas estou desde as 04h ignorando a necessidade que tive de apenas digitar o que vinhe-se a minha mente. Como esse blog é mais pessoal do que qualquer outra coisa: cá estou! Gostaria de escrever sobre várias coisas, planos, amor, sobre o futuro. Mas tudo seria meio contraditório como a maioria dos posts que decido ficar falando coisas aleatórias, sendo assim e depois de muito pensar resolvi que era a hora de dizer a mim mesma apenas: "MIGA, PARE!".

Um turbilhão de coisas vem acontecendo na minha vida, minha cabeça raramente para, essa é a realidade. Poderia falar que consigo descansar ela quando estou dormindo, mas a realidade é que nem assim (tendo em vista os sonhos mais macabros que ando tendo nos últimos dias). Pareço não me acostumar com a minha nova rotina de vida, mesmo forçando a mente a aceitar que tudo mudou. Meu futuro, meus planos para 2016, o meu hoje. No dia 31 de dezembro de 2015, as 23h59m eu decidi que viraria o ano com o pé direito, e sendo assim tirei o meu do chão e só pus novamente quando o relógio já marcava 01h01m de 2016. Você poderia pensar: "Que menina tola! O ano só será diferente se você fazer com que seja" Sim, concordo em gênero, numero e grau, mas naquele momento eu precisava dar o ponta pé inicial para fazer e acontecer tudo o que eu imaginava. Mas não foi bem como eu imaginei. 

É a lei da vida que pessoas entrarão e sairão da sua vida, você só deve permitir isso. Eu falo de um jeito como se fosse fácil de isso acontecer, e a realidade é muito diferente. Hoje, dia 24 de junho de 2016 percebi que ainda falta a mais que a metade do ano para eu fazer tudo valer a pena. Muita coisa ainda pode acontecer! É hora de levantar da cama e colocar em pratica tudo o que tenho anotado; deixar coisas para trás; me importar menos com outras; parar de olhar o celular toda hora na esperança de notificações e olhar mais para dentro de mim mesma; parar de dar passos e mais passos por quem não dá um se quer por mim; e o mais importante: viver e amar como se não tivesse amanhã! 

O futuro é incerto! Certo dia (talvez ontem, ou antes de ontem não me recordo) li um post que dizia a respeito do medo de chegar a uma certa idade e perceber que não fez nada de extraordinário na vida, ou não aproveitou como realmente queria, e com isso a única frase que veio na minha mente foi: não quero ter essa sensação! Hoje tenho 22 anos, e sinto como se meu tempo tivesse esgotando, mas a realidade é que tenho muito tempo ainda pela frente. Chega de "E se..." viva o hoje, aproveite o máximo que puder para que não haja arrependimentos mais para frente.
Calma, respira! Permita-se conhecer o novo, novos lugares, pessoas, e quem sabe amores. 
Foram meses de uma agonia, e aflição desconhecida. Que na real eu não sabia que poderia sentir, tá tudo tão estranho (nunca imaginei me encontrar nessa situação, logo eu que era o orgulho em pessoa) minha cama nunca foi meu lugar favorito, e nunca pensei que poderia ser até os dias de hoje.

Estou com come e com uma vontade tremenda de tomar um café bem quentinho e recomeçar mais uma vez a partir de agora. Nunca é tarde e hoje finalmente eu decidi me libertar de tudo o que me prende. Quero diminuir meu tempo com coisas fúteis e aplicar ele com algo que talvez vá fazer a diferença na vida de alguém. Sendo assim, em vez de aguardar notificações resolvi escrever e focar esse tempo a esse espaço.

Já perdi a quantidades de vezes que eu pensei ou tentei tomar a iniciativa para fazer esse post, e pelo jeito agora ela apareceu. Não será novidade se dizer que tentei inúmeras vezes alterar a aparência do blog para ver se me dava um animo para retomar, mas de nada adiantava. Até que percebi que maior parte do meu tempo se resumia a fazer coisas bonitas para outras pessoas e acabava deixando o meu sempre para depois. Tinha algo errado né? Corri para ler os meus posts antigos do porque resolvi montar o projeto do Espalhando bonitezas, e percebi que na real queria que outras pessoas que gostassem de blogar (como eu amava) tivesse o mesmo animo que tinha a cada layout novo que fazia, e isso era mágico. Tinha que haver uma maneira de eu voltar.

Mesmo com o antigo E agora, súh? parado eu sempre recebia emails com perguntas de "quando você vai voltar a postar?" "Amei seu layout, posta mais vezes" e percebi que eu não tinha o blog apenas para guardar coisas, mas tinham pessoas que gostavam daquilo que eu fazia. Quer motivação maior que essa?

Pensei, repensei, mudei e agora estou aqui.
Mas cadê o E agora, Súh? Está aqui. Tudo está aqui. Mas como o espalhando bonitezas acabou se tornando uma parte de mim, resolvi alterar o nome para que esse blog se torne um pedaço também.
Ainda tenho que organizar meus horários, organizar a vida, mas vontade tem e esse é o primeiro passo para qualquer coisa. Ainda tenho algumas modificações a fazer, muitos posts prontos para postar, e as poucos tudo vai voltando para o seu lugar.

Sobre o novo layout. Como esse é um novo inicio resolvi chamar esse layout de O1.

Imagens que usei de inspiração retiradas do Pinterest

Quero fazer daqui um espaço para dicas para blogueiras, quero passar para outras pessoas o que eu aprendi, posso te ajudar de alguma forma? Se sim, deixa nos comentários alguma dica de como posso fazer isso. (Seja por alguma dica de freebies, dicas de sites, dicas de html, etc)

Agora sim, em breve estarei de volta!


Desde o último post serio desse blog muita coisa mudou na minha vida, quando digo "muita" não é por falar, e sim por intensidade mesmo. Hoje, me sinto estranha escrevendo aqui, mas é uma coisa que sinto tanta falta e resolvi simplesmente abrir os posts e começar a digitar sem receio do que pode resultar ao final disso tudo. 
Vim registrar algumas novidades:

Como já deu para perceber o blog pela 855928 vez aqui está de cara nova, e porque saí do minimalismo, do preto e branco básico para um layout alegre e colorido? Depois de passear tanto pela blogosfera acabei percebendo que com a onda do minimalismo em tudo na vida os blogs estão cada vez mais "iguais" ////pelo menos aparentemente////, e por isso acabava ficando meio perdida parecendo está no mesmo blog a cada visita que fazia, e isso era/está sendo muito massante e desanimador para mim. Por isso resolvi mudar aqui e mudar algumas coisas no Espalhando Bonitezas também. Se tem uma coisa que estou convicta é que de alguma forma em tudo que eu estiver participando terei que fazer a diferença.

Ah, e o espalhando bonitezas como vai? Tudo fluindo muito bem, obrigada. Tenho me desdobrando para conseguir conciliar minha vida, que hoje em dia é uma correria só. Mas estou muito feliz com o rumo que o projeto tem levado, e em pensar que eu achava que ninguém iria gostar da ideia.
(Para quem não sabe o Espalhando Bonitezas é minha página de web design, para saber como tudo começou é só clicar aqui)

Mais o que mudou na minha vida? O nascimento da minha sobrinha (e amor da minha vida), terminei meu relacionamento de mais de 4 anos, minhas cores favoritas, o que quero para minha vida, algumas opiniões, e escolhas. 
Falei, falei, falei e ainda não falei sobre o titulo do post: "Decidi me jogar no mundo sozinha", hoje com 22 anos (quase 23) percebi que não tenho mais tempo a perder e que não tenho que depender de ninguém para nada. Morro de vontade de ir conhecer vários lugares aqui no Rio de janeiro mesmo, alguns estados e países e o que me impedia de fazer isso: companhia. Depois de tanta coisa que aconteceu, eu comecei a curtir mais o meu eu, para alguns pode parecer solidão, mas não é! Minha felicidade não tem que depender de ninguém além de mim mesma, não é mesmo?! É sim! E aqui será o espaço que irei compartilhar todas as minhas aventuras com todas fotos e relatos, e no youtube com o document your life, se não é inscrita(o) CLICA, corre e vai lá para ficar por dentro de tudo também.

Então foi isso amores, volto em breve com novidades!
Desde que fiz esse post, tive a real certeza que muita coisa havia mudado, principalmente no meu gênio e gostos (para tudo). Sempre fui muito indecisa, e isso com certeza piorou ao passar dos anos, até que chegou o momento que precisei me descobrir. Descobrir o meu estilo pessoal, principalmente.
Eu estava usando tantos estilos diferentes em uma combinação só, e na maioria das vezes não ficava como eu gostaria, e acabava voltando para o combo basicão de sempre. Ou seja, o meu armário era uma mistura de peças que nunca havia usado, com peças que não saia do meu corpo, e peças que eu tinha mas não sabia com o que usar. Ainda é assim para falar a verdade, mas aos poucos estou ajeitando isso.

Um dos itens da lista que estou na minha vida foram listras p&b, e como entrou, hoje tenho umas muitas camisas, saías, vestidos, casacos e não posso ver uma em vitrine que já quero. Separei alguns looks que eu me apaixonei e usaria com toda certeza do mundo.
Imagens (Pinterest e Tumblr): 1 // 2 // 3 // 4 // 5  

Me conta o que achou? Qual o seu estilo? Gosta de listras? Deixem nos comentários.
Beijos
 
Gostou do post? Então compartilha e segue aí nas redes sociais!

Nunca fui muito fã da cor verde, minha mãe ao contrario da minha pessoa não podia ver uma mudinha bonitinha que já queria carregar para casa e plantar ~inclusive suculentas, procura a anos por uma especie que é apaixonada, porém não acha em lugar nenhum, nem para venda~, porque estou falando isso? Porque depois de 22 anos descobri que sou sim, uma pessoa apaixonada pela cor verde, flores, arvores e matos. Daquele tipo de pessoa que não pode ver uma plantinha que já quer ir fotografar. Quem me segue no Instagram, ~ se não me segue ainda vem cá: suelenmarqs ~ já percebeu que o que mais rola por lá é: verde, céu e comida porque tem que ter. 

No ultimo sábado tinha um ensaio fotográfico marcado e a locação seria no Jardim Botânico aqui no Rio de Janeiro. Para quem não conhece ainda, é um parque (a entrada não é gratuita, tem uma taxa na ultima vez que fui estava 10 reais por pessoa para entrar), o parque é bem cuidado e conservado, não é permitido pisar na grama ou caso queira tirar uma foto como era o que eu estava fazendo lá os seguranças indicavam que fossem bem rápido nas fotografias. Farei um update sobre os meus lugares favoritos aqui no Rio, mas isso é assunto para outros posts.

Pois bem, estávamos já caminhando para a saída do parque quando resolvemos parar e fotografar perto de uma cachoeira no caminho, mesmo indo lá a anos nunca havia reparado uma placa enorme ao lado da cachoeira e um caminho indicando que era um cactários. Não vi a placa, apenas segui o caminho para ver o que encontraria ali. Ao final meus olhos chegaram a brilhar quando vi tantas suculentas e cactos na minha frente, parecia uma criança num parque de diversões. Corri para tentar registrar o máximo de coisas que conseguisse antes que a bateria do meu celular acabasse. 

Consegui fazer alguns registros, e o registro mais forte que tenho na mente é: Quero muitas delas na minha casa.

Acabei não tirando muitas fotos por motivos de: snap consome minha bateria, alôôô... vamos rever isso aí hein?! Apesar de estar com a minha câmera na mão, não consegui raciocinar direito e tirar fotos com ela, o que seria melhor. Mas pretendo voltar lá logo e morrer de amores por essas lindezas, e é claro, registar dignamente.
Tenho que deixar registrado aqui o meu agradecimento a minha mãe, e ser grata por ter herdado tantos gostos parecidos com o dela: amor por fotografia, criar (ela com seus tricos e eu com meu design) e por essa nova descoberta: suculentas, cactos e flores 

Antes de continuar lendo saiba de uma coisa: É um post muito do contraditório

É, mais uma vez me dou a chance de recomeçar, reiniciar, e não tem medo nenhum disso. Quem me acompanha nas redes sociais sabe que estou nesse mundo de blogs a uns 6 anos no mínimo, sempre gostei de escrever, ler, escrever sobre coisas sem sentidos, desabafar, e acho que aqui encontro um espaço para que possa fazer isso com total tranquilidade e sem sair da minha zona de conforto.

Mas estive durante um bom tempo com total desanimo de continuar por aqui por N motivos, só o fato de ele estar ali, parado, sem nenhuma atualização já não estava me fazendo bem, já não tinha o mesmo pique de antes para ficar atualizando sempre e sabia que estava na hora de começar do 0 como já havia acontecido. E tentei, mas não deu certo porque senti falta desse espaço aqui (Alok né?) Desanimei também porque quando eu resolvo voltar a ativa o domínio resolve sair do ar, e do nada! Foram meses tentando resolver o problema e não consegui, até que resolvi remover e voltar com o blogspot (godaddy me decepcionando total)Posso dizer que desde os últimos posts (que eram sempre update para dar sinal de vida) e um lembrete também do quanto era desorganizada.

"Tudo é questão de prioridade" "Hoje os meus dias são corridos." "Não tenho tempo para nada", vivo falando isso. Por mais que tenha pessoas por aí que me vem com discurso que "24 são suficientes, você não se organiza" hoje eu tenho total certeza que a primeira frase que abre esse paragrafo entre aspas é uma verdade absoluta. Não é que o dia deveria ser mais longo, eu que no momento tenho que me organizar, reintegrar. Você sempre tem que fazer escolhas na vida, seja ela a de trabalhar, estudar, fazer um curso que queria, sabe lá... Se você é como eu que quer abraçar o mundo deve entender, ter tempo para isso tudo mais cuidar de si, ter tempo para namorar, curtir um final de semana porque ninguém é de ferro. Tudo é questão de prioridade, repito.

Porém, resolvi dar uma cara nova para todos os meus trabalhos (design e fotografia) e vi que aqui havia um blog perdido pelo qual dediquei muito tempo e noites não dormidas, e que ainda havia amor e carinho, e por conta disso refiz o layout e consequentemente me animei novamente.

Desde o inicio resolvi fazer daqui um diário virtual como todo mundo já está cansado de saber, e percebi que estava sendo mesmo quando me vi lendo textos e vendo fotos antigas que eu nem tinha mais comigo, mas estavam guardados aqui.
Enfim, voltei, e voltei com muitas novidades, posts, e coisas sem noção pelo tempo que der!

Acho que não tem mais graça, né? A gente passa meses sem dar um sinal de vida no blog, nas redes sociais, do nada volta postar e junto com um simples post volta com milhões de desculpas tentando explicado o que está acontecendo na vida para tentar justificar. Pois é, é sempre o mesmo discurso. Poderia catar todos os últimos posts e linkar aqui, mas prefiro deixar eles quetinhos lá para não passar vergonha.

Deixo para falar tudo o que aconteceu esses últimos tempos no post de update de 2015, e puts já estamos em DEZEMBRO, senhor amaduuuu... até ontem parecia ser a virada do ano, que eu estava na praia fazendo mil planos para esse ano e já estamos chegando ao final dele, e digo isso com aperto no coração porque: Que ano bom!


Mas enfim... Vamos ao que interessa... Mês passado como já deu para perceber não tivemos 7 on 7 pelo simples motivo de: Não estou tirando fotos de nada, NADA, Nadinha, NADICA DE NADA! Sim, estou sem celular, ou melhor com o celular morrendo e ressuscitando, prestes a comprar outro, mas enquanto não compro vou me virando com ele como posso... Não tenho mais o pique para fotografar como tinha a um tempo atrás, mas uma das promessas que estou fazendo é carregar o celular e câmera para onde for ano que vem e registrar todos os fatos importantes da minha vida, nada mais justo já que faço desse blog um diário, né? Sim, pois é! (E não será mais uma promessa de final de ano, só para constar)


escolhi 7 fotos que aconteceram durante 2016 para fechar a tag esse ano já que o tema é livre, vamos ver?

Primeira foto de 2015, sim <3
Opa miga, peraí!
 Faculdade até fevereiro
 Outback saudades inclusive
 Bater perna para fotografar: Saudades também
Por último não menos importante: 7 de dezembro de 2015 = 4 anos juntinho dessa coisa maravilhosa! Eternamente grata por ter uma pessoa como o Felipe na minha vida, sério! <3


Veja o 7 on 7 das meninas também:

Bruna Pingituro - Detalhe Simples // Debora Souza - Garotas de Janeiro // Nathalia Generoso - Nathalia Generoso // Alessandra Canofre - Ale Canofre // Camila Freitas - Perto dos Dezoito // Morganna Castro - Morganna Castro
Gostou do post? Então compartilha e segue aí nas redes sociais!


Quanto tempo não venho fazer um post digno nesse blog né?!
Estou a mais de 2 horas tentando tentando fazer esse por sinal. Tá tudo muito corrido, enfim consegui me organizar, consigo dormir 8 horas por dia, estou me alimentando direitinho, mas só não consegui encaixar esse meu espaço no horário, o que é um saco!

mas vim aqui para atualizar tudo... sobre o Espalhando bonitezas: Gente, admito que quando comecei esse projeto não achava que teria tantas pessoas interessadas nos layouts, capas, logos, como tem até o atual momento, estou com uma lista enorrrrme de layouts para fazer e apesar de toda a correria, dos finais de semana que não posso aproveitar, estou amando isso. Sempre quis ser útil para as pessoas e por incrível que pareça estou sendo e demais. Fiz muitas amigas, e estou amando isso, não penso em parar tão cedo, só queria que os dias tivessem 40 horas para dar conta de tudo. Rs
Se você não conhece o projeto ainda, Clica aqui

Sobre o armário capsula, não é pra mim no momento atual. Digo isso com aperto no coração, porque não adianta eu ter um guarda-roupa com pouquíssimas peças, se hoje em dia eu consigo me organizar melhor, consegui me desapegar de tudo o que não usava e aos poucos vou repondo meu armário com peças que eu realmente preciso e uso muito, e o que comprei muito nos últimos dias foram vestidos e acessórios, inclusive tenho post sobre acessórios lindos, baratinhos e achadinhos para fazer <3 Sou uma pessoa de fases, até mês passado estava completamente apaixonada por roupas minimalistas (meu amor por preto, branco, e cinza continua é claro, até porque amo coisas simples) mas também estou numa fase apaixonada por cores, estampas, vida! Você consegue me entender? Porque eu não consigo! Hahaha então preferi não estipular peças para usar e sim usar o que estiver afim em determinado dia. 

Sobre a vida: Serei titia! Gente, estou toda boba, minha irmã está gravidinha de 4 meses, e enfim, após 22 anos conviverei com uma criança aqui em casa, todo muito da minha família está muito feliz, e como eu ajudarei ela a fazer tudo teremos posts sobre babys, dicas de chá de bebes, enxoval, dicas de fotos para ensaio de gestantes e newborn já que eu mesma fotografarei eles, decoração, flogs (uma versão de vlogs só que em fotos hahaha) e etc... enquanto eu não caso (alô Felipe, pare de me enrolar, hahaha) e meu baby não bem vou curtindo o dela. Ai que sensação boa!

Layout novo: Se você viu o post 23 coisas para fazer antes dos 23 viu que um dos itens era: 15. ficar até o final do ano com o mesmo layout - Vou tentar, juro! e tentei gente, mas não deu certo... ou melhor deu durante 2 meses, o que posso considerar muito já que sempre mudava ele né? Agora a lista consiste em 22 coisas para fazer antes dos 23 -hehehe-

Acho que é isso coisas lindas, tentarei me organizar para voltar a postar com frequência aqui, milhões de beijos virtuais <3